Skip to content

Eleanor Rigby, parte 5

13/10/2009

<login>07:20:45 / 24-06-2312

Sub: Correio Pessoal

From: Alferes Paul Winscott, Oficial Júnior de Comunicações, NMS Eleanor Rigby

To: Martha Haeller-Winscott, Talahassee, USNA

Mãe,

Quando… Se… você receber isto, é porque eu estou morto.

Nosso comboio foi emboscado e só restou a nossa nave. Mas nós não vamos durar muito tempo…

Eu vou morrer… ainda não consegui acreditar, mãe… não é possível! Eu sou muito jovem ainda! Não é justo!! Ainda tenho muito o que fazer, muito o que ver! Lembra a Sally, mãe? E-eu acho que amo ela… e a-acho que ela me ama… mas agora não interessa mais… eu nunca vou saber… Talvez eu fosse casar com ela e ter muitos filhos! Talvez fosse me tornar um almirante…mas agora nada mais faz a mínima diferença, não é? Eu… vou…morrer…

E o pior é que vou morrer longe de você… longe do sol… longe do Petey…

Mãe… eu não quero morrer………………………

<logout>07:22:05 / 24-06-2312

<login>06:45:54 / 24-06-2312

Sub: Arquivo Pessoal

Comandante Enrico Luchesi, Imediato, NMS Eleanor Rigby

Eu não acredito. Eu vou sobreviver a este desastre. Não vou morrer no meio do nada, longe de tudo e todos que amo. Carlos acabou de me mandar um comunicado me colocando como oficial comandante da shuttle. Minha missão é garantir a nossa sobrevivência até a ajuda chegar. Para isso, devemos usar o plano original dele e nos escondermos na atmosfera de Teta Eridani VII. Se eles conseguirem derrotar os kashtranii, voltarão para nos pegar. Caso o contrário, devemos nos esconder mais alguns dias, para garantir que os kashtranii tenham ido embora, e então, tentar entrar em contato com a Terra.

Carlos deseja tanto o nosso sucesso (ou tem tanta certeza de que vai morrer) que designou para me acompanhar, Hiroshi, o Navegador-Chefe; o Segundo Piloto, Piotr; e o Engenheiro-Chefe, Mihnea, que fez um escândalo quando soube, mas não teve outra opção senão aceitar. Sarah, a nossa Médica-Chefe, também deveria nos acompanhar, mas se recusou. Ela disse que o seu lugar era na enfermaria, e indicou o Dr. Ngen para ir conosco. Carlos consentiu (ele e Sarah sempre tiveram uma ligação esquisita, que nunca ficou muito clara para nós que estávamos de fora).

Em resumo, nossas chances de escapar dessa são surpreendentemente boas. Eu estou contente… quer dizer, contente de um modo triste, afinal de contas, eu tenho muitos amigos que vão ficar na Eleanor. Mas, mesmo sabendo disso, não consigo deixar de me sentir… feliz.

Só espero que eles tenham sorte.

<logout>06:47:56 / 24-06-2312

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: